sábado, 20 de novembro de 2010

Corpo perfeito?

Existe um culto ao corpo ideal, as formas ideais, ao padrão que precisa ser seguido. E isso às vezes se torna uma obsessão para muitas pessoas.

Claro, todos querem estar com um corpo que consideram belo, em forma. Eu mesmo sofro isso por conta de não poder realizar as atividades físicas que fazia antes da lesão no joelho. Mas isso deve ser apenas um ponto em nossas vidas, não algo que nos guie.

Lembrando de épocas distintas podemos constatar que os padrões de beleza mudaram ao longo dos anos. Já tivemos épocas onde mulheres com corpos mais “cheinhos” eram o padrão, outros onde o padrão estava em corpos magros (beirando o exagero).

Não podemos negar, um corpo bem definido é algo que todos notamos. Homens e mulheres olham para corpos do sexo oposto, mesmo que seja apenas um olhar de admiração.

Devemos estar bem com relação a nós mesmos, mas tendo em mente que a parte física é “maleável”. Malhação, dietas, medicamentos, cirurgias, tudo pode ser usado na “construção” de um corpo ideal.

Ou seja, beleza física pode ser criada. Agora não podemos fazer o mesmo com relação à forma como somos por dentro, nossos sentimentos, nosso coração, nossa alma.

Preocupe-se com o lado externo, mas não se esqueça que podemos nos apaixonar pela beleza física, mas o amor, respeito e admiração estão vinculados a parte interna de cada um de nós

Nenhum comentário:

Postagens populares