terça-feira, 31 de maio de 2011

Presente perfeito


Pouco mais de um mês para chegar meu aniversário e cá estou eu pensando em meu presente perfeito. Bens materiais são desejáveis, mas o que gostaria que a “pessoa ideal” aparecesse.

Meu lado “poeta” anda recluso. Já estive muito mais inspirado, mais romântico e para ser sincero, sinto falta de estar desse jeito.  Falta de poder ouvir músicas românticas para matar as saudades de alguém. De poder tocar uma música na balada e poder uma mensagem, apenas para dizer que me lembrei dela.

Alguém que possa mexer com meu dia. Com meus pensamentos. Que me faça passar a semana pensando em revê-la. Que ocupe meu dia pensando em formas de como poder agradá-la. Uma mulher que eu possa ver e que com um abraço me faça esquecer-se de tudo de ruim que o dia possa ter me proporcionado.

Ficar preso no trânsito, correr na tempestade, encarar o frio que seja apenas para encontrá-la e ao ver o sorriso dela, os olhos brilhando de felicidade, eu perceba que tudo isso vale a pena.

Uma mulher carinhosa e compreensiva, para me entender (já que tenho um gênio difícil). Mas também quero uma mulher de personalidade.  Longe de ser submissa. Pelo contrário, uma mulher que saiba o que quer e que não tenha medo de lutar por suas vontades, seus anseios. Uma mulher que goste de si mesma, saiba se cuidar e se valorizar. Seja vaidosa não para os outros, mas sim para consigo mesma.

Alguém que eu possa respeitar e ser respeitado. Até porque tenho uma vida corrida, com muitas atividades e não quero uma mulher que viva em função de mim, mas sim que possa cuidar de mim e ser cuidada quando estivermos perto, mas que ao estarmos longe os sentimentos possam ser apenas de saudade, de vontade de estar junto ou no máximo ciúmes controlados.

Uma mulher que possa entrar na minha vida de mansinho. Que me dê espaço para que eu entre na vida dela. E que antes que os dois percebam, as vidas sejam interligadas.

Uma pessoa que possa ter sua vida, mas que de preferência possa gostar das mesmas atividades que eu. Para que possamos ficar juntos o máximo de tempo possível, apenas por vontade de estar juntos.

O que será que o futuro me reserva?

2 comentários:

Laura disse...

Achei interessante o que vc disse...no começo eu pensei..."nossa, porque eu vou ler isso? é tanta coisa...", mas quando comecei a ler...eu queria mais, achei muito clara a forma como vc se expressa!

Laura disse...

Que doido, fiz uma conta só pra poder publicar esse comentário =/

Postagens populares