segunda-feira, 4 de abril de 2011

Trust in Love


Acreditar no amor. Possível nos dias de hoje?

Ao contrário das evidências que possam existir, afirmo que é algo possível e plausível.

Sou um romântico incorrigível e não nego isso. Como também não nego a devoção que tenho pelo meu pai.

E indiretamente meu pai é responsável por me fazer acreditar no amor entre um casal. Explico a situação. Meus pais são separados há muitos anos. E se não estou errado nas contas, há pelo menos 20 anos meu pai se envolveu com outra mulher.

Minha madrasta sempre foi apaixonada pelo meu pai. Não sei exatamente desde quando, mas isso não é o primordial aqui.

O fato foi que ela sabia do seu amor pelo meu pai e sempre acreditou nele. Mesmo com meu pai passando anos ao lado de minha mãe, com o nascimento de três crianças (meus dois irmãos e eu) este amor continuou. Ela acreditava que seria feliz ao lado dele, que ele era o homem certo.

Uma história de amor de anos e anos. Só Deus sabe o quanto deve ter sofrido com isso, o quanto deve ter sido difícil viver e acreditar neste amor.

Mas hoje ela vive ao lado dele. Se eles serão felizes para sempre? Não tenho o dom da premonição, logo não posso afirmar isso. Mas sei que ela, em seu intimo, sabe está feliz por acreditar em seu coração. Em ter arriscado seguir seu coração e esperar por anos o homem que ela considerava ideal.

Não foi fácil, mas ela seguiu seus sentimentos e poderá sempre se lembrar que foi feliz ao acreditar em um sentimento. Ao acreditar no amor.

Nenhum comentário:

Postagens populares