domingo, 24 de abril de 2011

Hipocrisia


Muitas vezes me sinto extremamente contente e satisfeito por ter uma personalidade forte. Para algumas pessoas sou considerado uma pessoa brava, chata, anti-social.

Apenas evito arrumar confusões, estar perto de pessoas que me fazem mal. Quando não é possível, por conta de outros fatores (trabalho ou família) procuro ser educado e cortês, mas apenas isso. Não preciso faltar com a educação, mas também não preciso ficar bajulando as pessoas.

Um fator novo que estou cada vez mais me acostumando é dizer as coisas frente a frente com a pessoa. Mesmo que eu comente sem a pessoa estar perto, procuro na primeira oportunidade deixar tudo às claras, para evitar que a história chegue diferente para a pessoa envolvida.

Mantenho meu senso, as minhas convicções. Sigo o que acredito e por conta disso não faço cosias apenas para seguir outras pessoas.

O que me frustra é perceber que algumas pessoas reclamam de uma postura egoísta de alguém com quem convivem, mas são capazes de manter esta mesma postura com outras pessoas. E aí ficam as perguntas. Porque fazer tanta questão de estar com alguém que na primeira oportunidade “se esquece” de você? E porque agir da mesma forma?

Tenho pessoas próximas (família e colegas em comum) que só aparecem quando precisam de algo, quando estão mal. Mas quando a situação se inverte parecem se esquecer de quem estava ao seu lado “na maré baixa”.

São pessoas que como disse às vezes sou obrigado a conviver em eventos em comum, mas são pessoas que não fazem questão da minha presença e a recíproca é mutua. Apesar de ser difícil, tento me manter fiel a tudo que acredito. Sou capaz de fazer muito por alguém que eu goste, por alguém que me respeite. Agora dar atenção ou moral para alguém que age com as pessoas da mesma forma como não gosta de ser tratado é algo impensável para mim.

Não preciso de tapinhas nas costas, status ou favores de pessoas assim. Apesar de odiar a solidão e sentir falta de estar com alguém em muitos momentos, prefiro ficar na escuridão do meu quarto, onde posso estar comigo mesmo, pensando, refletindo ou até sem fazer nada, mas mais perto de estar em paz.....

Nenhum comentário:

Postagens populares