quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Paz


Sempre procurei viver tudo de forma intensa. Entregar-me por completo em cada relação, em cada trabalho, em cada atitude.

Arrependo-me de algumas coisas nesta vida, mas o fato de ser intenso nunca foi uma delas.

Só que tudo na vida tem seu lado bom, seu aprendizado, seu ensinamento.

A intensidade ainda se faz necessária. Mas nos momentos a dois, na intimidade, no dia a dia. Mas esta intensidade é voltada apenas a momentos bons.

Viver de uma forma intensa, a ter prazer nesta intensidade, nesta plenitude, nesta entrega.

O fato é que equação ganhou uma variável. Não quero uma mulher que me “enfrente”, Com quem eu brigue sem razão, alguém com que eu tenha discussões fúteis, onde ninguém saia ganhando.

Não quero uma mulher submissa ao meu lado (talvez apenas em momentos que dizem respeito aos dois). 

Quero uma mulher de personalidade, que saiba o que quer.

Alguém que também acredite que nos mesmos conceitos que acho primordiais em uma relação. Amor, carinho, romantismo, sinceridade, respeito.

Que queira viver uma relação onde o simples fato de estar junto um do outro seja capaz de trazer esta paz e tranquilidade, que façam com que tudo pareça estar certo, sendo feito da forma correta.

Nenhum comentário:

Postagens populares