sexta-feira, 20 de abril de 2012

Mulher corajosa


Sou um homem complexo. Não é fácil lidar comigo.  Tenho minhas manias, meus defeitos.

Normalmente quem me conhece vê um lado bonzinho, de uma pessoa de bem com a vida, que procura estar bem com todas as pessoas, o que não deixa de ser verdade.

Mas para aquela que quer se envolver de forma mais intensa é preciso coragem para descobrir o “pacote completo”. Deixar-se apaixonar e envolver pelo lado que todos conhecem, desvendar qualidades que são reservadas apenas para uma parceira, mas também lidar com aspectos complicados da minha personalidade.

E com coragem suficiente para entrar em uma relação sem garantia de nada. Ela pode se apaixonar, me amar e infelizmente posso não retribuir da mesma forma. Ou pode até acontecer de me envolver , me apaixonar também e a relação não dar certo. Ou até dar certo apenas por um período de tempo.

Porque em se tratando de sentimentos não existem certezas, não existem receitas prontas a serem seguidas ou manuais de “boas práticas”. Trata-se de viver os sentimentos ao invés de entendê-los.

De aproveitar os bons momentos, viver cada situação e usar como aprendizado. Para futuras relações, para aprendizados.

Porque muitas vezes precisamos passar por experiências difíceis, nos machucar. Entrar em relações ruins apenas para poder ter um entendimento melhor de quem somos.

Para que possamos ter uma base de comparação e valorizar atitudes. Valorizar quem faz por merecer.

Digo isto por experiência própria. Por ter passado por relacionamentos complicados. E também por perceber que algumas pessoas amadureceram depois de ter um relacionamento comigo e hoje são felizes.

Só que para isso é necessário coragem para encarar os desafios. Para correr atrás do que se quer, mesmo sabendo que isso pode nos machucar. E poucas pessoas conseguem encarar isso.

Nenhum comentário:

Postagens populares