domingo, 26 de fevereiro de 2012

Ela dança


Ela dança porque gosta. Ela dança porque o corpo dela pede. Dança porque a alma necessita da energia que é proporcionada pela dança.

Energia esta que toma conta de seu corpo em qualquer situação onde a música esteja envolvida. Seja apenas balançando as pernas ao som da música, seja batucando em cima da mesa. Seja no carro, cantarolando a música. Seja no metrô, ouvindo o som e com seu corpo tendo leves movimentos quase que involuntários, tomando conta do seu corpo sem que ela perceba.

Ela dança. Porque a música lhe traz uma sensação ímpar.

Ela não precisa da dança para conquistar. Ela não precisa da dança para seduzir. Ela não precisa da dança para ser notada.

Ela precisa da dança para estar bem consigo mesma. Para poder estar em seu porto seguro, para se divertir, para sentir-se feliz. Para sentir-se em paz.

Ela se entrega a dança. Sem importar no que é dito, sem importar-se com julgamentos. Ela dança, com seu brilho próprio, com sua energia.

Quer entendê-la? Quer conquista-la? Que ter espaço na vida dela? Deixe que a música faça parte de você. 

Não pense a respeito da dança, não tente entender.

Deixe-se levar. Apenas sinta a música. E deixe que som te guie. Se por acaso sentir-se perdido, apenas preste atenção no que está vendo. Porque o brilho que ela emana dançando é suficiente para te guiar na direção em que ela está. Desde que você esteja disposto a seguir este caminho.

Ela dança. Sem depender de ninguém. Mas ela sabe que a dança a dois pode ser muito melhor aproveitada se for compartilhada com alguém especial. Com alguém que possa da mesma forma que ela, dançar cada música como se fosse à primeira música de sua vida. Como se fosse à última música a ser dançada...

Nenhum comentário:

Postagens populares