quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Valorização na medida certa

Já deixei de dar valor pessoas que mereciam. Já dei atenção demais para pessoas que não mereciam. Também já estive do outro lado dessa situação. Não sendo valorizado devidamente ou mesmo sendo valorizado sem merecer.

Já me achei bom demais para alguém. Já achei que não "merecia" alguém , que a pessoa era "muito para mim".

É complicado entender isso. E mais ainda conseguir agir corretamente nestes assuntos.

Muitas vezes aparecem pessoas interessantes em nossa vida. Pessoas que nos ajudam de várias formas , que cuidam de nós, nos dão valor, paz. Nos ouvem, nos aconselham. Se fazem presentes.

De nossa parte devemos acima de tudo ser sinceros. Não deixar que a pessoa misture sentimentos e sensações. Não gerar falsas esperanças ou expectativas. Nem usar alguém. Podemos até ter alguém para matar carências, vontades e desejos, desde que isso seja transparente para o outro.

Também temos que tomar cuidado e evitar o contato de pessoas que nos usam desta forma. Apostar em alguém que "achamos" que é ideal para nós, mas na verdade nos dá todas as indicações que não quer ficar conosco ou não quer algo sério.

Abrir os olhos e evitar machucar alguém. Abrir os olhos e dar o devido valor a quem merece.

Saber a hora de insistir em alguém que valha a pena. Saber a hora de "enxergar" melhor e parar de reclamar da vida quando tem alguém do nosso lado que deseja apenas um chance.

Saber a hora de desistir de "batalhas" perdidas. Saber a hora de se valorizar.

Saber quando acreditar em nosso potencial. E não aceitar menos do que merecemos.

Saber a hora de não se valorizar demais. Saber a hora de não se menosprezar.

Entender que muitas vezes alguém só sente nossa falta quando percebe que pode nos perder.  Que muitas vezes nos acostumamos com uma maneira de ser tratados, vira algo rotineiro e não valorizamos , algumas vezes até de forma inconsciente.

E principalmente, entender que sentir a falta de algo que estamos acostumados é sinal que não soubermos dar o valor.

Um comentário:

Maiara disse...

Ótimo ;)
Valorização na medida certa... Só é possível acontecer com base em duas fontes sinceras: Sentimento alheio e o nosso próprio.

Em vista dos acontecimentos gerais de hoje em dia, quem é capaz de agir sem desconfiança e demonstrar fielmente o que sente? Que ser humano imperfeito é capaz de conseguir agir justamente e corretamente nesses assuntos?

O importante é estarmos decididos a continuar tentando a medida certa.

Bjs

Postagens populares