quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Vida virtual

É estranho como uma tela de computador pode ter tanto poder.

Pode aproximar pessoas que nunca imaginaríamos conhecer. Pode servir para matar saudades de alguém que não podemos estar perto.

Mas infelizmente pode ajudar em mentiras. A sensação de "segurança" permite que algumas pessoas "vendam" algo que não são. Máscaras, palavras falsas.

E o que fazer a respeito disso? Deixar de viver essa "vida virtual"? Como, se às vezes ela é tão boa? Um e-mail ou torpedo às vezes é tudo que precisamos para que um sorriso apareça, para que o dia se torne mais tranquilo.

Temos que confiar em nossos instintos, em nossos julgamentos. E confiar que vamos tomar a melhor decisão. Ou que pelo menos estamos cientes do que vamos fazer. Assim, caso nos enganemos a "queda" será menos dolorida e será mais fácil para nos levantar.

Até porque ainda existem muitas pessoas interessantes por aí. Não digo apenas para relacionamentos amorosos, mas também para amizades, alguém para compartilhar pensamentos, idéias, vontades.

Apenas peço que nunca esqueçam este poder e não se deixem iludir apenas por palavras e promessas. E não menosprezem seus sentidos, suas sensações. Muitas vezes nosso corpo "fala" conosco e nos alerta de situações que deveríamos evitar ou que deveríamos acreditar e ir em frente.

Nenhum comentário:

Postagens populares