terça-feira, 25 de agosto de 2015

Sentindo a música

A batida forte. A melodia. A voz gostosa de ouvir cantando uma letra bem escrita. Mas falta algo.

Aumento o volume. Diminuo as luzes. Não. Ainda não está do jeito que quero.

Me vejo no espelho. Sensação ainda melhor, mas ainda falta algo para aproveitar a música por completo.

Olho para minhas roupas. Estou só. Não preciso delas.

Me dispo. Me sinto mais leve. Mas ainda quero mais. Ainda quero aproveitar a música com toda sua intensidade.

Não preciso enxergar. Então fecho meus olhos e respiro pausadamente. Acalmo meu coração na mesma medida que sinto mais da música.

Começo a identificar instrumentos. Batidas. Sensações diferentes das usuais em uma canção que gosto, que me é familiar.

Movimentos suaves. Dançando? Apenas me mexendo? Não importa. Estou aproveitando ao máximo. Até sentir uma mão macia tocar na minha.

Me assusto. Afinal estava sozinho, não?

Mas mal tenho tempo de pensar. A dona desta mão se aproxima e procura o contato com meu corpo. Querendo dançar comigo.

Apreensivo até que sinto que ela se aproxima delicadamente do meu corpo e posso perceber que ela também está nua.

O som nos envolve. Nos guia.

Dançamos. Sem pudores. Sem pressa. Sem pensamentos.

Apenas curtindo a música. Curtindo a companhia.

Leves carícias. Leve contato.

Envolvido por completo. Sem enxergar, deixando outros sentidos terem prioridade.

Sentindo seu cheiro, seu perfume. O contato da sua pele. A música doce nos ouvidos.

Meu corpo reage e me afasto por instinto. Mas sinto suas mãos em meu pescoço me puxando para perto devagar, apenas murmurando baixinho "não se preocupe".

Nossos corpos se aproximam e sinto que seu corpo também reage.

Só que apesar da excitação, da resposta mútua, percebo uma calma, tranquilidade. Vontade de curtir a música.

O corpo quente. Acelerado. Mas ao mesmo tempo calmo. Em paz.

Terminamos a música e trocamos um beijo. Agradecendo pela experiência única........


Nenhum comentário:

Postagens populares