quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Não desista, não insista

A vida nos proporciona situações confusas. Não temos manual de instruções, regras definidas. Pelo menos não em todos os momentos.

Momentos para seguir a razão, momentos para seguir a emoção. Momentos de luta, momentos de "abdicar".

Situações onde temos algo ou alguém que desejamos, queremos. Mas existem momentos onde não temos o que queremos pelo fato que precisamos conquistar, ganhar, merecer. Pode ser difícil, pode parecer até impossível.  Mas o melhor a fazer é se focar no "objetivo". Não pensar, não criar obstáculos nem nos "sabotar".

Não desistir na primeira queda, na primeira negativa, na primeira derrota.

Em vários momentos a vida nos desafia. E estes desafios são o que fazem com que seja possível ter noção da nossa força. De nossas convicções. Provações necessárias para que possamos valorizar nossas conquistas, dar valor ao que realmente importa.

Por outro lado, não podemos ser "otimistas" demais. Existem situações "perdidas", batalhas que não podemos ganhar. Situações onde a insistência é prejudicial, o conceito de "dar murro em ponta de faca".

E este ponto é muito mais complexo, já que envolve desistir, esquecer uma vontade, um desejo, um sentimento.Onde precisamos ter muito mais cuidado, ter muito mais atenção.

Pela vontade, deixar de enxergar obstáculos que não podem ser superados. Ao invés do cenário anterior, onde nos sabotamos, podemos "manipular" a realidade e não perceber que estamos insistindo em algo que não é para acontecer.

Como citei acima, não temos regras nem manuais. Neste caso apenas experiência de vida é que nos ajuda em ambos os cenários.

Em comum, cenários que mostram do que somos capazes. De perceber quão fortes somos para conseguir o que queremos. Entender a força que temos para deixar algo , sofrer com isso e perceber que somos capazes de nos recuperar de feridas, por mais profundas que elas possam ser.

Só assim para valorizar nossas conquistas. Só assim para superar nossas derrotas.

Acima de tudo, só assim para continuar a viver, em sua plenitude. Sempre......

Nenhum comentário:

Postagens populares