sexta-feira, 17 de maio de 2013

Minha vez

Aposto em pessoas que respeito, por quem tenho carinho.

Abdico de agir em meu benefício para tentar ajudar alguém próximo.

Mas não sou de ferro. Sofro, sinto e me frustro. E aprendo com erros, com falhas. Isso é o que faz de mim a pessoa que sou hoje.

Alguém que hoje continua preocupado com entes queridos, mas que por outro lado começou a se tornar um pouco mais "egoísta".

Correndo atrás do que é melhor para mim. Tomando decisões que acho corretas, deixando de lado opiniões de pessoas que são próximas, mas que nem sempre querem meu melhor, que muitas vezes me invejam ou desejam que eu não tenha sucesso em minhas empreitadas.

Não me importa, estou aprendendo a "filtrar" algumas coisas e percebendo o quanto algumas pessoas não prestam atenção em detalhes.

Estranham minha postura, a forma de falar. Reclamam de falta de atenção, de carinho sem se tocar que nada disso acontece da noite para o dia.

Ano após ano, venho amadurecendo, tomando conta da minha vida e hoje eu estou seguindo meus rumos. Pode ser que daqui alguns meses ou anos eu pense em mudar, rever conceitos ou algo do gênero, mas o fato é que venho aprendendo a gostar mais de mim e isso só está me trazendo benefícios.

Para quem acha que mudei para pior, reflita no que você fez primeiro. Para quem está desfrutando de um "Flavio" melhor, mantenha o que está fazendo...

Nenhum comentário:

Postagens populares