quinta-feira, 8 de março de 2012

Segundas chances (dia da mulher)


Hoje não é o dia da mulher. Ao contrário, hoje é o dia de uma segunda chance. Dia para que alguns homens possam rever seus conceitos e valorizar devidamente as mulheres que fazem parte de nossas vidas.  E para que algumas mulheres possam rever seus conceitos e exigirem este tratamento em todos os outros dias do ano.

Vocês são especiais, nos marcam, nos ajudam.  

Conseguem dar a força necessária para que possamos continuar em frente, mesmo quando estamos prestes a desistir.

Quando querem, sabem dar um elogio pontual, valorizar uma pequena mudança, uma simples conquista.

Conquistam-nos com pequenas atitudes, que muitas vezes para vocês passam despercebidas, como o jeito que ficam tímidas ao receber um elogio, quando abrem um sorriso amplo ao nos encontrar, quando procuram nosso peito para descansar, na calma que vocês possuem para ficar do nosso lado, mesmo quando estamos assistindo futebol ou jogando videogame (principalmente quando vocês não gostam destas duas últimas atividades), quando vocês , mesmo sem dar o braço a torcer, mudam ou fazem algo que sugerimos.

Quando vocês pulam em nossos braços, quando recebemos um cafuné inesperado. Quando ganhamos café na cama, quando percebemos vocês felizes quando retribuímos o café na cama.

Na forma dengosa que vocês conseguem ser quando pedem algo, que nos desarma, nos deixa sem ação.

Da forma como vocês deixam que possamos estar no controle da situação, mesmo com vocês capacitadas para fazer o mesmo, apenas para massagear nosso ego.

Vocês são especiais, únicas, cada uma a sua forma. Belas a sua maneira, na sua individualidade. A ser respeitada, valorizada e enaltecida. Em todos os momentos do ano, não apenas hoje.

Nenhum comentário:

Postagens populares