quinta-feira, 1 de março de 2012

Desejo de mudar precisa estar aliado com força de vontade


O ser humano sempre quer mudar algo em si. Dificilmente está plenamente satisfeito com a forma que possui, com o que tem, com o que possui. Só que sair da zona de conforto sempre é algo complicado.

É muito mais fácil criticar, reclamar, julgar, duvidar do sucesso, duvidar da capacidade. Principalmente quando alguém consegue algo que é próximo com o que desejamos.

Um dos casos mais nítidos é com relação a respeito à forma física. Criticas a respeito de corpos moldados em academia, “orgulho” de não estar em uma forma ideal, mesmo com a pessoa não estando contente consigo mesma.

Pessoas que conseguem um corpo a base de cirurgias plásticas e outras formas sem ser por exercício físico acabam saindo pouco da zona de conforto. Não abdicam de algo para conseguir principalmente uma saúde melhor. Da mesma forma, pessoas que utilizam de medicamentos para “antecipar resultados” também entram neste mesmo cenário.

Mas também é errado duvidar que um corpo possa ter sido “construído” de forma natural, a base de alimentação adequada e exercícios físicos.

Sei bem porque consegui tomar algumas atitudes a respeito disso para mudar meu corpo, depois de muito tempo insatisfeito com minha forma, mas sem tomar nenhuma atitude.

Os resultados demoram a aparecer e só estão sendo mais visíveis por conta de mudanças de alimentação em conjunto com suplementos alimentares que durante muito tempo eu achava desnecessário. Claro, conversando com pessoas especializadas e seguindo as devidas orientações.

Só que a tentação sempre se faz presente. E neste ponto vem o título do post. Aquela vontade de sair da alimentação um pouco mais regrada, de deixar de treinar por preguiça bate de frente com a vontade de melhor ainda mais a condição física e principalmente de não perder o que já foi conquistado.

Adoro comer besteiras, sempre gostei de fast food. Mas tento lembrar dos sacrifícios que já fiz e do resultado e tento arrumar força para fugir das tentações. Procuro ver pessoas próximas que conseguiram mudanças significativas sem fórmulas mágicas. E principalmente, relembrar os elogios que as pessoas citam a respeito das mudanças físicas que são aparentes.

Claro, de vez em quando me permito um abuso. Doces, bebidas alcoólicas, junkie food. Mas tento fazer com que isso seja apenas uma exceção pontual.

O ponto principal deste post é que devemos traçar objetivos claros. E saber que para conseguir uma melhor condição física, necessária inclusive para ter um corpo saudável, que nos ajude a ter uma qualidade de vida melhor, alguns sacrifícios serão necessários. Mas também lembrar que não precisamos ser radicais e abdicar de tudo, sermos escravos da malhação.

Basta apenas achar o meio termo ideal. É difícil, eu sei. Venho passando por isso. Mas é preciso desejar isso e ter força de vontade para perseguir este objetivo.

Nenhum comentário:

Postagens populares