sábado, 23 de outubro de 2010

Verdades..

Porque as pessoas não estão acostumadas com a verdade? Será que sou mesmo de outro mundo?

Quando a pessoa entra na minha vida, por mais dificuldade que eu tenha para me abrir e dizer o que sinto, procuro ser transparente e honesto. Até para responder as coisas com sentimento, expondo a verdade, o que sinto.

Algumas duvidam que eu possa ser tão sincero como demonstro, acham que é só papo. Outras vezes fica a impressão que estou me gabando, querendo contar vantagem.

Com as pessoas com quem sou próximo, de quem eu gosto, de quem eu amo, procuro ser o mais sincero possível Deixar que minha vida seja um livro aberto e que qualquer capitulo seja consultado sem restrições.

A minha vida não é um livro infantil. Existem capítulos não tão interessantes, outros que podem assustar. Momentos ruins e outros bons. Quem quiser "ler" precisa fazer entendendo como uma narrativa apenas, evitar julgamentos precipitados, principalmente porque se esta pessoa está tendo este acesso é porque eu deixei que ela entrasse na minha vida e tivesse acesso a tais informações. Principalmente para que esta pessoa entenda como eu sou. Não crie expectativas, apenas que possa saber exatamente o que esperar da minha pessoa. Tanto pelas experiências anteriores como pela forma como eu sou, como eu penso e ajo.

Nenhum comentário:

Postagens populares