sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Tempos dificeis....

Projeto enrolado, resolvendo problemas em casa, finanças e assuntos do lado pessoal, tanto de saúde como assuntos relacionados ao coração.

Fazia tempo que eu não tinha um mês tão intenso, tao complicado e desgastante. Agora que o mês chega ao seu fim, paro para pensar, para refletir.

Alguns acontecimentos bons no fim do mês dão um alento, mas não são suficientes para apagar ou acalmar toda a turbulência que ficou aqui dentro.

Noites mal dormidas, lágrimas que não puderam ser seguradas. Dor, frustração, sofrimento.

Feridas que foram abertas. Algumas superficiais, mas algumas profundas, daquelas que ardem só do vento bater.

A vida não é fácil, já passei por várias situações ruins e continuo aqui. Mas alguns baques são mais fortes que outros. E levantar-se sozinho nem sempre é fácil.

Existem pessoas que se preocupam, colegas, amigos e amigas. Isso é um alento, mas muitas destas feridas só seriam cicatrizadas com beijos e carinhos. Do tipo que apenas uma namorada poderia dar.

Não importaria como esse carinho fosse dado. Seja pessoalmente, seja por telefone, seja por email, seja por código morse ou por sinal de fumaça.

Bastaria saber que a vontade é verdadeira e sincera. E saber que desde que ela quisesse, esperaria o tempo que fosse.

Mas acredito que eu seja caso para estudos, talvez para ficar em exposição, como uma especie rara de homem romantico, que acredita no amor, acredita em sentimentos e acha que o amor, entre duas pessoas, pode ser forte o suficiente para superar qualquer coisa.

Algo como o Yn e Yang. Uma metade que sozinha é capaz de pouco,mas quando as duas partes se juntam se torna uma força capaz de tudo....

Um comentário:

Maiara disse...

Seu caso já foi estudado e analisado, por você mesmo até! Só falta agora a aplicação prática dos resultados.
É importante um paciente que necessite dessa fórmula para dar o devido valor ao poder de cura que ela pode proporcionar!!!
;-)

Postagens populares