terça-feira, 1 de setembro de 2009

Sedução

A sedução é considerada uma arte que infelizmente é pouco praticada nos dias de hoje. Porque? Simplesmente pela “facilidade” com que as coisas acontecem. As pessoas praticamente já se beijam e quando lembram “se dão ao trabalho” de perguntar o nome um do outro. O jogo da conquista, o exercício de conhecer-se é cada vez menos praticado. A prova disso é que a maioria das relações de hoje em dia são superficiais, tênues. As pessoas tem medo de se envolver mas em contrapartida também existe a vontade de relacionar, o sentimento de solidão. Isso faz com que os sentimentos sejam confundidos. As vezes uma amizade mais forte, um carinho já deixa a impressão que a pessoa está apaixonada, amando.

As mulheres normalmente enxergam além da visão superficial, da beleza externa dos homens. Um homem que saiba trabalhar seu poder de sedução sobra entre os demais. Terá uma “arma” a seu favor, que pode ser usada para conseguir um relacionamento ou para conquistar alguém para algo “temporário” e depois “jogar fora”. O preço disso é que o homem que sabe como seduzir conquista a mulher, a envolve. Faz com que ela baixe suas guardas, caia de cabeça. O preço disso é que a separação tem a tendência de ser traumática para a mulher, que ela sofra.

Mas as mulheres não ficam atrás nesse ponto. Quantas vezes nós homens não nos pegamos atraídos por uma mulher onde analisando aspectos individuais ela não se torna tão interessante, mas nos pegamos atraídos por ela de uma forma difícil de explicar. Um algo no jeito dela andar, de falar, de olhar. Um charme na maneira de se vestir, de se portar que envolve, faz com que o homem pense nela, mesmo que a veja por segundos. Com mais contato, faz com que ela povoe os pensamentos desse homem que ele se veja totalmente envolvido. E o mesmo vale, com o detalhe que muitas mulheres gostam desse jogo de sedução, de sentir-se desejadas para logo em seguida descartar o homem sem pensar duas vezes.

Sedução. Uma arte que poucos dominam......

Nenhum comentário:

Postagens populares