sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Dançar sem segundas intenções

O ano ainda não acabou, mas percebo o que aconteceu de mudanças no mundo do Zouk e nem todas foram boas. Intrigas, algumas inimizades e o principal que não vejo na dança de salão em geral, é a "pegação" que começa a se tornar mais "pesada". Sempre percebi as pessoas mais reservadas. Paquera, conquista, flerte, sempre foi algo presente, natural.

Só que ultimamente parece que as coisas mudaram. Vejo algumas pessoas deixando a dança de lado e se preocupando apenas em poder beijar, em ficar, as vezes com mais de uma pessoa na balada.

Isso é errado? Sinceramente eu não sei. Se as coisas estão sendo feitas as claras, sem mentiras, é algo que pode ser aceito e não importa quem esteja fazendo isso. Sou totalmente contra rotular um homem que fica com várias como "garanhão" e outros adjetivos e ao mesmo tempo "apedrejar" a mulher que faz o mesmo. Sou contra se tanto o homem como a mulher mentem, passam a imagem de pessoas "certinhas", mas na primeira oportunidade, fazem as coisas por impulso, por necessidade, carência ou qualquer que seja a palavra para citar isso.

E aí eu me lembro das experiências que tive dançando com crianças. Não existe a disputa, a necessidade ou vontade de aparecer mais que alguém na balada. A dança é sincera, o sentimento sincero. A criança tem a essência da dança. Ela não quer saber de passos, não quer que alguém fique falando que ela está dançando feio ou errado. Não quer ninguém no pé dela, corrigindo ela de 1 em 1 minuto. Quer apenas curtir a música, se divertir.

Me considero uma pessoa de sorte, pois com as crianças que dancei eu fui brindando com um sorriso que dá uma sensação de felicidade, de bem estar. Aquele sorriso contagiante, aquela energia que ela passa para você.

Quer ter noção do quanto você está dançando bem? Dance com uma criança. Se conseguir fazer ela sorrir, é sinal que você está no caminho certo. Caso contrário, reveja seus conceitos, pois talvez você esteja dançando pelos motivos errados, não pelo amor a dança.

Um comentário:

Simone * Zahira disse...

infelizmente mta gente procura a d. de salão pra ficar, paquerar e etc, com segundas intenções mesmo! Deixa o ego falar mais alto, a vaidade e esquecem da essência do dançar.

Postagens populares