quinta-feira, 28 de julho de 2016

Uma simples leitura

Ler é um dos meus prazeres. Me leva para outro mundo, me faz viajar por completo. Me sento confortavelmente na grama, como  companhia apenas uma garrafa de vinho e o sol que aquece meu corpo.

Imerso em meus pensamentos. Vivendo cada segundo da história contada. Ansioso por cada nova página. Meu rosto expressando o que estou sentindo a cada linha. Tensão, tristeza. Sorrindo com piadas.

Acima de tudo, meu corpo se mostra relaxado. Em paz. Perco a noção do tempo, despreocupado. Tão desligado que sou pego desprevenido quando você chega, sem dizer uma só palavra.

Simplesmente se aproxima e deixa algumas páginas escritas a mão e sai, sem dizer uma só palavra. Não resisto a curiosidade, fechando meu livro e leio cada palavra com atenção.
Surpreso pela riqueza de detalhes. De alguém que passou horas me olhando, mapeando. Reparando cada movimento, em cada expressão da minha parte. Acompanhando minha leitura a distância, mas deixando claro que gostaria que a atenção fosse exclusiva para ela.

Da vontade de jogar o livro longe e se aconchegar no meu abraço. Fingir que nada mais importa.

Desligar a mente dos problemas. Focar-se apenas um no outro.

Novamente sinto meu corpo reagir, mas desta vez com expressões mais claras. Agora a história é sobre mim. Não sou apenas um leitor.  Devoro cada página rapidamente, até chegar na última, que esta em branco, com exceção de uma frase.

"Você adora ler textos escritos por outras pessoas. Gosta de escrever para outras pessoas. Mas talvez seja hora de ter histórias escritas a quatro mãos".


Termino a linha e levanto meus olhos. E lá está você, de pé frente a mim. Com um sorriso no rosto e uma caneta nas mãos......

Nenhum comentário:

Postagens populares