domingo, 10 de fevereiro de 2013

Um dia


Uma mensagem de texto no celular ao acordar, dizendo estar com saudades.

Ao passar do dia, um chocolate para adoçar os lábios e lembrar do teu beijo.

Começo da tarde e um e-mail dizendo que está com vontade de sentir novamente meu corpo colado ao seu.

Ir trabalhar e receber um bilhete com um recado “contenha-se na bebida”.

Ao abrir meu case, encontrar um CD desconhecido. Ao começar a escutar, logo de cara reconheço a tua voz. Sussurrando, provocando. Detalhando desejos e vontades. Querendo repetir, querendo inovar.

Escutar a faixa até o final, pedindo para ouvir os últimos segundos com o volume alto. E quase cair da cadeira ao ouvir um gemido delicioso, provocante.

Seguir o conselho e passar a noite trabalhando e ansioso, a base de agua, suco e energético.

Terminada a jornada de trabalho e você me esperando em seu carro. Pega meu material e me dá a chave.

Caminho sem trânsito, conversando animados até que você fica quieta e começa com beijos no pescoço, palavras ditas bem coladas ao meu ouvido.  Mãos que começam a passear devagar pelo meu peito, unhas arranhando de leve.

Movimentos que vão intensificando na mesma medida que a velocidade diminui.

Chegar em casa, entrando jogando tudo pelos cantos.  Roupas são arrancadas do corpo em momentos de “intervalo” entre os beijos, apertos e segundos para recuperar o fôlego.

Eu já estou totalmente nu, meu tesão por você mais que evidente. Você ainda de lingerie.

Com dificuldade pede um momento, para que eu me sente e te aguarde.

Percebo então que colocou uma música leve, sensual e sugestiva.

Faço milagre para conseguir me manter sentado e apenas te olhando, enquanto dança para mim, com um olhar de mulher que quer me devorar. Seu corpo denunciando o tesão que você também se encontra.

Percebo que você também tem que se segurar. A vontade de pular em cima de mim e fazer amor de uma forma intensa e única, mas continua na dança para testar o limite de ambos.

Conhecemos a música e perto do final você já está nua e nos segundos finais já estamos colados novamente.

Uma noite fazendo amor até ambos caírem esgotados e dormimos juntos, abraçados. Percebendo apenas seu sorriso de satisfação por ter me atiçado ao longo de todo um dia e ter encerrado em grande estilo....

Nenhum comentário:

Postagens populares