sábado, 16 de fevereiro de 2013

Ame o que a pessoa é.


Um homem rico, um homem pobre.

Que te leve para o restaurante mais caro da cidade ou que te convide para comer um hot-dog na praça

Conduza-te no Camaro amarelo ou que te faça ficar sentada no ponto de ônibus, esperando a primeira condução passar.

Capaz de levar você para a viagem mais incrível que possa imaginar ou que precise dividir a conta do motel com você.

Pessoas distintas? Tem certeza?

Quem garante isso? De repente pode estar lidando com alguém que pode estar ostentando algo que não tem, apenas para te impressionar. Alguém que pode estar passando por dificuldades temporárias ou até mesmo ter ganho uma fortuna de herança.

Se você amar apenas pelo que a pessoa pode te oferecer tem grandes chances de deixar de ter o que ficou acostumada. Ou então ser tratada também como um destes bens e ser trocada por outra facilmente.

Melhor é livrar-se de “máscaras” e ser uma pessoa autêntica. E procurar o mesmo em alguém com quem você possa ter uma relação séria.

Agrados e mimos vão fazer parte da relação, mas de forma natural. Vão ser apenas adornos de uma relação que vai surgir pelos motivos certos e por conta disso terá grandes chances de dar certo. Simplesmente porque ela não começou pelos motivos errados....

Nenhum comentário:

Postagens populares