quarta-feira, 30 de março de 2016

Testar limites

Uma amizade colorida? Um relacionamento sério? Não sei. Não importa

O importante é o grau de envolvimento. Da intensidade. Da química e envolvimento que só existem quando um se entrega ao outro.

Do tipo que um beijo já desperta desejos. Que ao toque suave dos lábios já apareça a vontade de um devorar ao outro, sem se importar com o lugar.

Ter que respirar forte e acalmar, mas antes poder reparar um no corpo do outro e não conter um sorriso malicioso ao ver o efeito causado, o desejo aparente em ambos. Saber que a vontade e o desejo é mutuo.

Trocar "provocações" sadias. Mensagens, insinuações,áudio, fotos, enfim. Tudo que sirva para atiçar a imaginação, para desconcertar.

Sorrir de satisfação ao saber que causou o efeito desejado. Ficar sem saber o que fazer quando o corpo reage.

Contar as horas para estar junto. Olhos nos olhos.

E apesar da vontade de pular um no outro, ainda conseguir forças para atiçar. Tirando a roupa, olhando da forma mais maliciosa possível.

Deixar a libido em seu grau máximo. Explodindo de vontade e mesmo assim ainda longe um do outro.

Provocar de forma que ambos comecem a suar frio. Arrumando forças para que o desejo tome conta do corpo todo. Quem vai ceder primeiro?  Não importa. Porque o resultado será bom para ambos....


Nenhum comentário:

Postagens populares