segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Primeiro post do ano

É normal quando chegamos ao fim de um ano termos um momento de reflexão, pensar no que conquistamos, no que realizamos. Lembrar dos planejamentos e pensar o que deixamos para trás, nos planos que não foram concretizados.

Comigo não foi diferente. Defini muitas metas e planos no começo de 2015 e muito do que planejei acabou não acontecendo.

Por outro lado, lembro de tudo que aconteceu ao longo de um ano, principalmente nos últimos meses. Correria, muito trabalho, várias provações. Abdicar de muita coisa em prol de metas mais importantes neste momento.

Terminar o ano com elogios e reconhecimento no lado profissional e começar o ano com uma mudança significativa neste âmbito.

Situações vividas no lado pessoal que elevaram meu auto-conhecimento. Permitindo que eu valorize quem eu sou. O que sou capaz. Aprender a aceitar elogios. Reconhecer meus pontos positivos e continuar trabalhando nos itens que precisam ser melhorados.

2016 não desponta como um ano de mudanças (clichê básico de todo ano). Parece sim ser um ano onde efetivamente eu vou ter a chance de colher os frutos do que fiz no passado.

Vai ser fácil? Com toda certeza não. A correria e pressão do ano passado vai ser aumentada por conta de novas metas, responsabilidades e objetivos.

Mas é importante e gratificante pensar que estou saindo da zona de conforto por conta de algo que já almejava. Pensar que nada acontece por acaso e que as recompensas chegam cedo ou tarde.

Alguns vão dizer que pode ter sido sorte. Mas apenas quem está próximo sabe o quanto ralei para poder ter esta oportunidade. Não caiu do céu.

Acima de tudo, eu tenho que lembrar o que fiz para conseguir chegar neste degrau acima. E olhar para cima , em busca de novas metas. De novas conquistas.

Nenhum comentário:

Postagens populares