terça-feira, 10 de setembro de 2013

Sem ação

Você adentra no ambiente. Se faz notar no meio de tantas pessoas, sem dizer uma palavra sequer.

Anda até o bar segura, sem se importar com quem está reparando. Sem dar atenção aos olhares de inveja das mulheres ou aos olhares de cobiça dos homens.

Reparo em você. Te noto.

Reparo em pés delicados e vou subindo meu olhar por suas pernas e coxas, passando pela cintura e decote.

Lábios delineados, com um leve batom, olhos e reparar no teu rosto. Impossível não te achar linda. Mas reparo que neste momento seu olhar cruza com o meu e tímido, afasto meu olhar.

As horas passam. Pessoas vem e vão e você parece estar em outro mundo, sem se importar com o que está acontecendo.

Saio e volto para meu quarto e minutos depois que entro alguém bate na porta. Vou atender e recebo dois vinhos, uma taça e dois bilhetes, com instruções para ler apenas o primeiro.

"Abra o vinho, sirva-se com calma.

Ligue seu aparelho de som e coloque o CD na faixa 3

Dirija-se até a varanda e fique confortável"

Sigo as ordens e no instante que a música começa vejo você, na janela do quarto em frente. Iluminada, ainda com a mesma roupa, mas com uma taça em mãos.

Começa a dançar e ao que parece esta no ritmo da música que estou escutando no meu quarto.

Um show particular com um sorriso no rosto. Tímido, mas não ingênuo, aproveito a visão única.

Segunda música ainda mais sensual , com sua roupa aos poucos sendo retirada. Termina a música só de lingerie e através de gestos pede para que eu leia o segundo bilhete.

"Espero que tenha gostado do show só para você. Coloque o vinho na geladeira e tome um banho. Assim que terminar, volte a varanda".

Novamente sigo as "ordens". Ao chegar no mesmo local, a sua janela está fechada. Batidas na porta. Será?

Mas novamente é o serviço de quarto. Frutas e mais dois bilhetes e outro CD.

"Coloque o CD, feche os olhos e aproveite"

Insiro o CD e escolho uma caixa de morangos e me deito. A música começa , mas em poucos segundos ela para. E dá lugar a uma voz baixa, sexy e envolvente.

"Adorei seu jeito, a forma como reparou em mim. Seu olhar de desejo, mas conseguindo me enxergar como um todo. Despertando um desejo que poucos homens conseguem"

"Seu jeito tímido ao contrario de tantos outros que apenas me olham como um 'pedaço e carne'."

"Espero que tenha gostado do show e da lingerie. Escolhi especialmente para você, pensando em você, desejando seu corpo colado ao meu".

Mais uma vez, batidas na porta

Dessa vez é você e assim que abro a porta está você, com uma blusa, mas ao abrir os botões mostra a mesma lingerie do show de antes.

Antes de qualquer ação, você entra no quarto e abre o segundo bilhete.

"Dance comigo. Só de lingerie. Mas apenas dance e se deixe levar".

Anda devagar pelo quarto, me deixando bobo com teu corpo. Troca a música e com uma das mãos me chama para perto.

Pela primeira vez ouço tua voz pessoalmente - "Só vai acontecer algo, se for do meu jeito".

Procuro me focar na dança, enquanto você me arranha de leve, morde meu pescoço. Chega perto dos meus lábios, sem beijar, apenas provocando e deixando com vontades, mas mantenho minha postura de seguir o que me pediu, afinal até agora tudo está ótimo.

Termina a música e me joga na cama. Desabotoa o sutiã e sinto seus seios roçarem em mim. Fecho os olhos procurando me conter.

"Abra os olhos. não falei para fechar" - o tom delicado, mas firme.

Quer me seduzir e provocar. A excitação em você é aparente. A vontade de pegar você por completo, te devorar, mas me segurando até onde posso.

Seios próximos da minha boca, roçando pedindo para que eu possa morder, tocar, devorar, mas sem a autorização.

Tira minha roupa, me deixando só de boxer e percebendo a minha excitação. Sobe em cima de mim e começa a roçar teu corpo. Seu olhar queimando de desejo. Coloca minhas mãos na tua cintura, fazendo uma leve pressão, querendo que eu te aperte. Devidamente autorizado, atendo sua vontade e um leve gemido sai de tua boca.

Logo em seguida sua boca vem de encontro a minha, com um sorriso e um beijo intenso.

O último bilhete:

"Fez por merecer. Conquistou e soube agir como eu queria. Agora é hora de você fazer o que quiser, pelo tempo que quiser, como quiser".....

Garrafa de vinho aberta e quarto trancado. Agora, a noite é nossa.....





Nenhum comentário:

Postagens populares