terça-feira, 26 de março de 2013

Chances


Algo dá errado. Decepcionamos ou somos decepcionados. Sentimento de frustração, arrependimento por algo que aconteceu ou que proporcionamos para alguém.

Promessas de nunca mais repetir o que foi feito, de mudar atitudes.

E aí vem o pedido de mais uma chance.

Dependendo do que aconteceu, a chance é até concedida e a vida continua.

Só que existe um limite para tudo e de repente uma segunda chance não aparece. E a pessoa que teve seu pedido rejeitado se lamenta, chora, sofre e reclama da vida, colocando-se na posição de vítima.

Muitas vezes esquece que a “segunda chance” já foi concedida e não foi valorizada. Erros que se repetem, mudanças de postura que não ocorrem.

Quando se gosta realmente de alguém somos capazes de perdoar um ou outro deslize, relevar palavras mais ríspidas, mas até certo ponto.

Não é errado pedir mais uma chance. Não é errado conceder mais uma.

Errado é pedir mais uma chance e não mudar em nada para evitar magoar alguém que gostamos. Errado é conceder mais uma chance sabendo que a pessoa vai nos fazer sofrer.

Então antes de pedir ou conceder uma chance, reflita e o faça com cuidado. Para evitar machucar uma pessoa querida, para evitar sofrer novamente sem necessidade.

Nenhum comentário:

Postagens populares