domingo, 6 de fevereiro de 2011

Vicio.


Não tenho como negar minha paixão pela dança. Em alguns momentos ela se torna um vicio. Quando estou envolvido com a dança (ministrando aulas, dançando ou tocando) fico em mundo a parte, entorpecido de certa forma.

E isso às vezes é complicado. Muitas vezes quando a balada acaba o caminho de volta para casa acaba sendo solitário, fazendo com que eu volte para uma realidade que em alguns momentos não é tão agradável.

Volto pensando na vida, volto pensando em várias pessoas que ando conhecendo e que me frustram por suas posturas e atitudes que vão contra tudo que estas mesmas pessoas dizem, do que tentam mostrar.

Não nego que as vezes a carência é tão forte que já serviria estar com alguém, mesmo que não fosse algo sério, só para ter carinho e atenção.

Apesar de sentir falta de estar com alguém, de estar namorando, de estar amando, ultimamente venho querendo alguém para pelo diminuir essa sensação de solidão, de vazio......

2 comentários:

Maiara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maiara disse...

Caindo de para-quedas no seu Blog... Não sei se essas postagens se referem a sentimentos ainda presentes, mas realmente isso é complicado e complexo!
Bem vindo ao clube!!!... De certa forma, talvez até egoísta, me sinto aliviada por saber que não existe apenas eu no mundo pensando assim.
Abraço!

Postagens populares