segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Entrega

Começa no olhar. Por mais que já tenha me visto em outros momentos, tendo meu contato, por algum motivo sabe que as coisas serão diferentes.

O olhar profundo, quase que hipnotizante, desvendando as suas camadas. Sente-se invadida, mas de uma forma que te surpreende, você não desvia o olhar, ao contrário, assume uma postura ainda mais receptiva, procura curtir essa sensação.

Não estamos nus, longe disso. Completamente vestidos, você até com trajes que não te deixam sensual. Mas o olhar faz com que você naturalmente sinta-se sexy, sensual, provocante. O olhar te fazer sentir uma mulher desejada. A voz da razão até diz algo para ti, mas você não consegue entender o que ela diz.

O olhar passa pelo seu corpo. Já se acostumou a receber um olhar de desejo, de tara, mas esse é diferente. Tem um algo a mais no pacote que faz você sentir um arrepio pelo corpo. O olhar é tão intenso que seu corpo reage ao “toque” dos olhos como se fosse um toque de dedos, mãos.

A respiração muda, fica ofegante. Seu corpo denuncia sua situação. Nesse momento as mãos aparecem. Não são mãos invasivas, desesperadas por deixá-la nua. Ao contrário, apesar do olhar transparecer desejo, as atitudes são até certo ponto serenas. Isso te deixa ainda mais excitada mas de certa forma irritada. Como pode você, sabendo que é uma mulher com atrativos, que é desejada ter um homem ao seu lado que aos poucos te provoca, te atiça e que ao mesmo tempo que parece querer te devorar parece não estar nem aí com você.

Ameaça tentar tocar, retribuir, mas sua reação é rejeitada. O olhar impõe um jeito que faz com que você assuma uma postura menos participativa.

As mãos passeiam devagar pelo teu corpo. Longe de pontos diretos que qualquer um sabe tocar. Seu corpo parece um mapa e as mãos parecem saber exatamente onde tocar e como tocar. Em alguns momentos as mãos não fazem exatamente como gosta e o olhar muda, se torna um olhar de ajuda, pedindo para que você o guie , algo que faz sem pensar, mas em outros pontos o toque faz seu corpo arrepiar, você soltar suas amarras, sua voz. Gemidos, sussurros, corpo tremendo.

A boca seca, implorando por um toque, por um beijo, por atenção. Atenção que lhe é negada.

Pede, implora, quer algo mais que isso e não recebe. A maneira como você é tratada, a loucura de desejo que está sentindo misturada como uma sensação quase que de mulher indefesa te faz sentir extremamente bem.

Quando acredita que algo mais pode acontecer, no momento em que parece que as mãos vão te desnudar, sente algo brilhar nos olhos....e se pega em sua cama....suada, ofegante...e sozinha.

Um sonho..intenso....profundo....
Instintivamente leva suas mãos pelo teu corpo e acha estranho....sente como se teu corpo tivesse realmente sido tocado recentemente.

Deixa seus sentidos mais apurados e seu olfato sente um cheiro gostoso, diferente, que não é seu.....

Será que foi apenas um sonho? E se não foi, o que aconteceu, e como aconteceu...e principalmente...quando isso irá repetir? A mera menção da idéia de repetição faz seu corpo arrepiar-se por completo, de uma forma tão forte que se vê obrigada a deitar e respirar para voltar ao normal...........

Um comentário:

Maiara disse...

Kkkkk... Ai ai ai!!!
Muito interessante.

Postagens populares