segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Fim de ano chegando

2008 foi un ano complicado, dificil demais, em vários aspecots. Muitas pessoas que passaram pela minha vida, que trouxeram alegrias e bons momentos, mas também muitas pessoas que só magoaram, machucaram, trouxeram tristeza, momentos ruins, energias negativas. Ano de provação, ano em que fui julgado, menosprezado, tendo vários aspectos colocados em cheque.

Alguns fatos ótimos é verdade. E mesmo nesses, tive quem duvidasse de mim, quem achasse que não ia dar conta. Foi um ano onde a inveja apareceu aos montes. Comentários querendo denegrir minha imagem, das mais variadas formas. É o preço de virar "vidraça". Temos que nos tornar mais fortes, ouvir muitas coisas e tentar ignorar e também não se deixar levar por elogios, para não perder a humildade, não deixar as coisas subirem a cabeça.

Algumas pessoas acrescentaram demais, seja com a amizade, seja com carinho, seja com amor,seja com cobranças para que eu pudess melhorar em vários aspectos. Outras também forma importantes, por me fazerem perceber que consigo ter força para ignorar certas coisas e perceber me valor e a inveja que algumas pessoas nutrem.

Não vou agir com demagogia. As vezes é bom inverter a situação e saber que somos invejados,é sinal que temos nossa força, nossas qualidades. Ouvi muita coisa esse ano, principalmenterelacionado a dança, a minha paixão. Lembro que uma vez escrevi uma frase no msn, dizendo mais o menos que não devemos dançar Zouk, mas sim sentir. E lembro de ter ouvido comentários maldosos de pessoas próximas. Pessoas essas que hojem querem aprender a dançar, que querem conhecer as baladas, pelos mais variados motivos. Gente que acha que a dança é só uma forma "para pegar mulher".

Pessoas assim, nem me preocupo em ensinar. Já tive casos que começaram pela dança, mas nunca usei a mesma como uma forma de "cantada". Quem me conhece um pouco sabe disso. A dança ajuda, obvio, mas isso para quem só quer algo passageiro, algo de uma noite só. Para quem realmente quer se envolver, ter um relacionamento, sabe que é preciso mais que isso. muitos não entendem e deixam que a cabeça viaje, pensando , fazendo julgamentos. Deixem que pensem a respeito disso, deixem que achem que estão certos. Deixem que a inveja tome conta. Uma hora, a situação inverte e enquanto a pessoa se preocupa em criticar, achar defeitos, eu mostro meu valor a quem realmente pode valorizar isso, a quem interessa e vou construindo minha carreira,minha vida, deixando que esa energia negativa nada mais seja que uma pedra , que não é um obstáculo, mas sim um degrau, usado para que eu possa subir ainda mais.

Posso estar errado? talvez, mas o que aconteceu ao longo desse ano mostra que com força de vontade e acreditando em mim mesmo, isso é possível. Não é fácil, mas possível....

Nenhum comentário:

Postagens populares