quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Presente de Natal - parte 1

Recebe um e-mail de um endereço desconhecido, dizendo que ganhou uma surpresa de Natal. O primeiro impulso é de achar que se trata de mais um entre tantos emails falsos.

Mas no corpo da mensagem consta o nome de um hotel , com telefone e número da reserva. A curiosidade faz com que você procure dados do lugar na Internet e as informações batem. Liga e recebe a confirmação de que tem uma reserva em seu nome. Recebe os dados para o check in, mas com uma mensagem explícita para que não leve nada a não ser a roupa do corpo.

Resolve arriscar e vai para o hotel, mas leva uma mala com seus pertences. Registra sua entrada e antes de subir para seu quarto é convidada para um drink de boas vindas no bar. Aceita até porque a tarde está abafada. Ao servir a bebida o garçom esbarra em você , manchando seu vestido. Sem se estressar você vai para o quarto para se trocar. Toma uma ducha gelada e sente uma gostosa sensação de frescor ao sentir a água gelada deixando seu corpo arrepiado.

Sai do banho nua, curtindo a sensação, até que abre o armário e sua mala não está lá. Se assusta, com medo por seus pertences. Liga na recepção do hotel e o gerente diz que vai averiguar. Minutos depois ele retorna a ligação e te informa que seus pertences estão bem guardados, mas somente serão entregues na sua saída.

Adicionalmente, te pede que siga as próximas o instruções do restante da sua estada. Não obedecer pode abreviar e muito sua estada.
Não ter o controle da situação. Seguir "ordens". Foge do seu padrão que está acostumada. Enquanto pensa nisso, o serviço de quarto bate na sua porta. Enrolada na toalha você recepciona a funcionária que lhe entrega um biquíni , uma venda, óculos de sol e um bilhete.

"Se troque e aproveite esta tarde ensolarada. Curta a piscina, curta o sol, mas às 17 horas em ponto você deve escolher uma das cadeiras, deitar-se confortavelmente e colocar a venda. Em hipótese alguma você deve retirar a mesma".

Liga para a recepção para perguntar quem fez a reserva e está dando tais orientações. Educadamente recebe a resposta que se trata de informação que infelizmente não pode ser passada pelos funcionários. Confusa e até com certo receio pensa em ir embora, mas se lembra que seus pertences não estão com você.

A contragosto coloca o biquíni que parece ser do número certo para teu corpo. Ruma para a piscina, aproveita a água demoradamente, curte o sol bronzeando tua pele. Tem a impressão de estar sendo observada, mas a piscina esta vazia. Perto das 17 horas, você pega a venda, mas resolve voltar para seu quarto. Minutos depois o serviço de quarto volta a bater à sua porta. A roupa com que chegou esta limpa, lavada e passada. E novamente mais um bilhete.

"É uma pena que tenha perdido a surpresa na piscina. Pelo visto não gostou tanto da surpresa ou não esta aproveitando o hotel. A decisão daqui para frente é sua. Se quiser ir embora, basta ligar na recepção que eles irão. te entregar seus pertences. Não precisará se preocupar com mais nada. Mas caso ainda queira aproveitar o que esta reservado para ti, peço que siga as instruções em sua totalidade daqui para frente. Se a decisão for para continuar, ligue na recepção e peça que seja entregue a você o vinho que esta reservado a ti.

Olha para o aparelho , indecisa entre ser racional e ir embora para sua casa e a curiosidade de ver o que ainda tem para você e principalmente em quem esta fazendo isso. Depois de alguns segundos de indecisão, decide ficar. Liga na recepção, recebe seu vinho e junto dele mais um bilhete...
Continua ...

Nenhum comentário:

Postagens populares