sábado, 20 de julho de 2013

Não quero sexo, quero intimidade

Hoje em dia tudo é "fácil". Fácil e aceito, elogiável até.

É valorizado um homem que saí com várias mulheres. Uma mulher que possa ter sua liberdade e sair com quem quiser.

Beijar na boca? Simples demais, beijo na boca eu dou até na minha vó, nos meus filhos, muitos pensam.

O "sair" envolve a pegação propriamente dita, transar com alguém que você mal conhece, focar apenas em matar carência física.

Quem sou eu para julgar, falar algo a respeito? Cada um sabe o que quer, cada um tem sua mentalidade, suas convicções e deve agir de acordo com o que acredita.

Para mim eu prefiro a química, a intimidade e cumplicidade de estar com alguém com quem eu queira estar e que nutra o mesmo sentimento.

Mesmo que não seja um relacionamento sério, tem que ter uma cumplicidade, uma vontade mútua. É minha vontade, é o que procuro.

Sexo por sexo é fácil achar. Arrumar uma mulher para isso não é dificuldade, basta estar disposto ou se for o caso até pagar para resolver isso. Da mesma forma ocorre para as mulheres.

Óbvio que não estou falando de qualidade, mas simplesmente da possibilidade de transar com alguém por transar apenas.

Por isso que para mim até mesmo um beijo na boca é algo íntimo, que só dou em quem tenho alguma ligação, mesmo que seja algo de uma noite só.

Por isso que numa relação sexual eu tenha muito mais preocupação em agradar minha parceira do que buscar o meu prazer.

Por isso que para mim uma noite perfeita pode ser apenas estar abraçando , fazendo carinhos e cafunés trocando beijos com alguém que só por estar comigo já seja capaz de tornar a noite especial, única.

Nenhum comentário:

Postagens populares