segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Entrega e prazer

O mundo de hoje é egoísta em vários sentidos. Verdade que existem momentos onde precisamos ser egoístas e colocar nossas vontades em primeiro plano.

Mas aqui o foco é outro.

Quero que não pense em nada. Sem planejamentos, sem preocupações, sem pensar em fatores externos.

Desligue de tudo e deixe que eu tenha o controle da situação. Não se trata de ser submissa ou do meu "domínio". Você está deixando que eu conduza esta cena. Por decisão sua.

Olhos fechados, apenas um som leve ao fundo. Um incenso ou perfume leve no ar.

Começando antes com um vinho leve.

Nada é por acaso. Cada escolha é planejada, visando "ativar" seus sentidos de forma que possa sentir cada toque e carícia em sua plenitude.

Não pense em retribuir, não pense em me dar prazer. Não pense em mim.

Apenas quero que fique focada e aproveite cada sensação. Deixe seu corpo relaxado para que possa sentir um prazer que poucas vezes lhe foi proporcionado.

Não pense na duração do ato. Perca suas inibições. Fique livre para se contorcer, gemer, enlouquecer.

Não tenha receio do que eu vá pensar. De certa forma quero apenas que me "use" como forma do seu prazer, me guie para atender todas as suas vontades, matar seus desejos e realizar suas fantasias.

Em troca quero apenas poder ver seu corpo estendido na cama, sua respiração ofegante e você sensível ao menor toque, cansada de tanto prazer...................

Nenhum comentário:

Postagens populares